Governo do Rio de Janeiro inaugura Cidade da Música

Depois de anos de muita polêmica, críticas e muito dinheiro, finalmente foi inaugurado o projeto inicialmente chamado de CIDADE DA MÚSICA.  O investimento de R$ 518 milhões é a nova sede da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) e o principal palco para espetáculos musicais do Rio de Janeiro. A “cidade da música” tem 95 mil metros quadrados, conta com salas de concerto, música de câmara e 13 salas de aula, além de uma visão panorâmica do terraço para praia da Barra e a baixada de Jacarépaguá.

A previsão da prefeitura do Rio de Janeiro era para inaugurar a obra em agosto de 2008, mas foi adiada e inaugurada em 3 de janeiro de 2013.  Desde o início do projeto, a obra vem sendo severamente criticada pela população do Rio de Janeiro, que considera a obra excessivamente cara, suspeitas de superfaturamento, questões prioritárias e de planejamento urbano.

Certamente este é um grande investimento do governo do Rio de Janeiro às artes, mas será que ele foi feito de forma correta? Investir em prédios e não pessoas?  Esperamos que o investimento não pare nos prédios e que o governo do Rio de Janeiro saiba investir em profissionais e preencha estas 13 salas de aula com crianças carentes que possam aprender a tocar algum instrumento e entrar no mundo da arte.

E você? O que acha deste investimento? Você acredita que as igrejas devem fazer o mesmo e investir na arte para os seus membros?

Um comentário em “Governo do Rio de Janeiro inaugura Cidade da Música

  1. Acredito fielmente que a unica forma de mantermos a palavra de Deus viva é através das artes, No livro Lutero e a Música – Paradigmas de louvor / de Carl F. Schalk ele Traduz textos de Lutero que escreve: Gostaria de ver todas as artes voltadas para o louvor e engrandecimento de Deus. Pensando que atualmente vivemos em uma sociedade que extremamente capitalista, e as artes também são pagas, infelizmente muitas comunidades e lideranças ainda não acordaram que necessitamos remunerar os Músicos e responsáveis pelas artes… Minha opinião pena que não serve para nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *