3ª OSIJE – 2015

3ª OSIJE – 2015

Galera, a 3ª OSIJE – Olimpíadas Sinodais da JE se aproxima, as inscrições já estão abertas!

O evento acontecerá nos dias 11 e 12 de abril, no Colégio Cônsul Carlos Renaux e na Paróquia Bom Pastor em Brusque.

Foram encaminhados e-mails  com algumas informações importantes para os líderes, paróquias, ministros e ministras, então deem uma olhadinha lá para ficar por dentro das novidades.

Neste ano, contamos com algumas mudanças no formato do evento. Saindo dos jogos com suas quatro etapas e voltando ao formato de olimpíadas, onde todas as modalidades serão realizadas em um final de semana.

Existem dois tipo de inscrições, uma individual onde TODOS/AS  que queiram participar (independente se vão jogar ou apenas acompanhar os jogos como torcida) devem fazer sua inscrição, a outra inscrição serve para inscrever uma equipe, onde o/a  líder ou responsável irá fazer a inscrição dos times, duplas e atletas que irão competir. Ambas as inscrições devem ser feitas até o dia 09/04 no site da JEVI, onde você vai encontrar o regulamento, as regras e o cronograma. Regras e cronograma podem ser acessados pelo Link: http://goo.gl/4MRYP3

Convidamos a todos e todas para participar da 3ª OSIJE, para um momento esportivo de integração entre grupos, onde o 1º lugar é sempre da…    J U V E N T U D E !!!

A inscrição individual custa R$20,00(com alimentação inclusa) e pode ser realizada pelo link

www.jevi.com.br/inscricoes

Em caso de dúvidas, entrem em contato pelo e-mail: contato@jevi.com.br

CARTAZ-OSIJEEscrito por: Guilherme Ripp

1ª REUNIÃO DO CONSELHO SINODAL DA JE DO VALE DO ITAJAÍ

Aconteceu no último domingo, 18/01/2015, a primeira Reunião do Conselho Sinodal da JEVI!

Pouco mais de 40 jovens, de cerca de 20 grupos diferentes, marcaram presença nessa importante reunião que aconteceu na Velha, em Blumenau. Além de jovens, também compareceram alguns ministros e pais de apoio.

O assunto principal da reunião foi o 35º Acampamento de Carnaval, que acontecerá nos próximos dias 14 até 17 de fevereiro, em Rodeio 12. Muitos são os desafios e mudanças desse acampamento, porém, todos os jovens saíram da reunião muito empolgados. E, quem ainda não fez sua inscrição e quer participar deve inscrever-se pelo site www.jevi.com.br/inscricoes

Outro assunto abordado foi o calendário de eventos da JEVI para o ano de 2015, que pode ser conferido no site www.jevi.com.br/eventos.

 

Fotos da reunião e informações sobre o acampa já estão sendo divulgadas na página da JEVI: www.facebook.com/jevaledoitajai

 

Agradecemos a presença de todos na Reunião e esperamos todos os grupos de braços abertos!

 

Escrito por:

Laura Taysa Espig

Secretária de Comunicação & Integração da JEVI

 

10348282_791231277608754_7569852372814577135_n

43 FEMUCA – 2014

No dia 29 de novembro foi realizado o 43º FEMUCA (Festival de Musica Canto e Arte). O evento contou com a participação de aproximadamente 80 Jovens das diversas comunidades do sínodo.

Este ano o festival teve uma cara diferente. A proposta deste ano deixou de lado o ar de competição para dar lugar a oficinas práticas. O objetivo desta mudança é fazer com que os Jovens tenham uma formação nos diferentes dons artísticos, desta forma tornando mais fácil a expressão e a organização da arte dentro dos seus grupos de JE.

As oficinas oferecidas e seus respectivos oficineiros foram:

Teatro – Fabio Hostert

Técnica vocal – Mareike Valentin

Danças urbanas – Bruna Roberta Hank

Percussão – Mayla Lara Valentin

Arranjo para bandas – Caio Fernando

 

 

As atividades começaram as 08:30 com a abertura oficial do evento. Logo após sendo iniciadas as oficinas, ao meio dia houve uma pausa para o almoço e confraternização dos jovens, logo após as oficinas foram retomadas, focando nos ensaios para a apresentação final.

As 15:30 foram iniciadas as apresentações dos grupos de JE que se inscreveram para mostrar o seu trabalho, tivemos a apresentação de 5 grupos de JE os quais apresentaram músicas de sua autoria e músicas de outros compositores.

Após as apresentações dos grupos de JE foram feitas as apresentações das oficinas. Teatro e Danças urbanas tiveram duas apresentações separadas. As oficinas de Arranjo para bandas, Técnica vocal e Percussão, se juntaram em um grande grupo e apresentaram uma música em conjunto, assim encerrando as apresentações.

Ao final foi feita a premiação dos Jogos anuais de 2014, assim finalizando o 43º FEMUCA

 

PONTUAÇÃO GERAL – Jogos 2014

POSIÇÃO

JUVENTUDE

PONTUAÇÃO 1 ETAPA

PONTUAÇÃO 2 ETAPA

PONTUAÇÃO GERAL

1

JEMALU

188

29

217

2

JEBC

146

54

200

3

JEB

152

43

195

4

JEITS

130

52

182

5

JEBALNE

153

0

153

6

JEIC

113

31

144

7

JEM

129

7

136

8

JELI

68

31

99

9

JESALU

59

0

59

10

JETI

0

58

58

11

JEVECE

10

25

35

12

JEIS

16

18

34

13

JEBEN

0

18

18

14

JEBV

0

14

14

15

JEPOC

12

0

12

 

Autores: Guilherme Ripp – Jonas Michael Ziel

FEMUCA 2014 – Deus quer ouvir o nosso canto!

cartaz

O Festival de Música, Canto e Arte chega a sua 43ª edição! Com alegria, entusiasmo e com sonora expectativa voltaremos a nos reunir, neste ano na Paróquia de Badenfurt – Blumenau, para celebrar a arte em nossa igreja.

Arte que conecta, que emociona, que nos move, que nos relaciona em comunidade e que nos renova. Arte que é dádiva de Deus e que queremos utilizar para a proclamação do seu evangelho, quando prepara o coração, promove o amor, quando nos move a crer e fortalece-nos na fé.

A música, em compreensão luterana, é a voz viva do evangelho e é com esta voz que buscamos cantar ao mundo. Cantar do amor e da esperança. Cantar da paz e da salvação. Cantar um novo canto na terra.

A música desperta-nos para exercermos o nosso sacerdócio na vida cristã. Sacerdócio este que é papel de todos nós enquanto cristãos luteranos. Por isso todos nós podemos e devemos oferecer o nosso canto e nossos dons a serviço de Deus.

Por isso somos DESPERTADOS PELA MÚSICA, para agir na proclamação do evangelho. Para louvar a Deus por tudo o que ele tem feito por nós. Para testemunhar o seu amor promovendo Vidas em Comunhão e para edificarmos na fé.

Por isso, venham! Louvem ao Senhor, pois assim como somos DESPERTADOS PELA MÚSICA, DEUS QUER OUVIR O NOSSO CANTO!

Assim também queremos colocar em prática a música que é presente de Deus e JUNTOS promovermos mais um Festival de Música, Canto e Arte no Sínodo Vale do Itajaí.

Neste ano, contamos com algumas mudanças no formato do evento. Dentre elas, trouxemos a formação em música (que antes existia na Escola de Formação) para o FEMUCA. Assim como somos chamados a atuar e colocar em prática esta arte para a honra e glória de Deus, também queremos oferecer o nosso melhor. Por isso, faz-se importante que busquemos conhecer um pouco mais sobre esta arte que é forte ferramenta para a caminhada da fé.

OFICINAS

Neste ano, cada participante deve escolher uma oficinas para participar. São elas:

  • Canto e Interpretação: Canto e Interpretação é uma oficina que pretende atender os interessados no canto. A intenção é proporcionar aos participantes um contato com os aspectos mais relevantes da técnica vocal para o canto popular sob o olhar do trabalho em grupo, de bandas. Microfone, equipamentos de palco, postura, cuidados com a voz serão alguns dos assuntos abordados nesta oficina que promete envolver o cantor participante de forma prática e despertar o interesse em seu constante aperfeiçoamento

Oficineiro: Mareike Valentin

Mareike

Mareike Valentin é cantora e iniciou seus estudos musicais aos 7 anos de idade. Desde 1998 buscou aperfeiçoar-se através de cursos de curta duração com músicos de diversas partes do mundo.
Lançou seu primeiro disco em 2012, sob direção musical de Leandro Braga. Desde 2010 atua como preparadora vocal do musical “O Sonho do Cowboy”, no parque Beto Carrero World, de Maicon Clenk (PR) e Tim Rescala (RJ). É Professora de Canto Popular na Escola de Música do Teatro Carlos Gomes, em Blumenau. É Licenciada em Música pela FURB – Universidade Regional de Blumenau e mantém suas atividades como preparadora vocal e ministrante de oficinas de curta duração voltadas para cantores.

 

 

  • Arranjo para bandas: Na prática em conjunto, é muito importante que o papel de cada instrumento e a atuação dos mesmos sejam minuciosamente pensados para uma boa atuação. Cada instrumento em um grupo tem uma função a ser exercida, assim como podemos deixar a criatividade rolar e utilizar estas funções da forma mais interessante. Na oficina de arranjo, serão trabalhados conceitos para a prática instrumental em grupo. 

Oficineiro: Caio Fernando

Caio Fernando

Baixista nascido na cidade de Atibaia, interior de São Paulo, reside desde a infância em Blumenau, Santa Catarina, onde começou a atuar muito cedo como músico profissional tocando com diversas bandas da região.
Cursou faculdade de licenciatura em música na Universidade Regional de Blumenau (FURB) e foi professor de baixo elétrico e coordenador de prática em grupo de música instrumental no Teatro Carlos Gomes.
Caio Fernando apesar de acompanhar diversos artistas, tem como foco sua carreira como artista solo, levando o baixo a frente como protagonista!
Em 2012 lançou seu primeiro disco autoral, juntamente ao guitarrista Jackson Carlos, intitulado “Fabergé”.

 

 

 

  • Percussão: Dos troncos e das sementes das árvores, dos ossos e peles dos animais, do metal e do plástico, do ar e da vibração dos corpos, o homem vem transformando matéria em instrumentos de percussão. A percussão tem recebido significados ao longo da história e deles expressa ideias, formas e cores em busca de sonoridades e ideias. Nesta oficina, serão trabalhados conceitos básicos de percussão, percussão corporal e a utilização de instrumentos no auxílio da prática musical

Oficineiro: Mayla Iara Valentin

Mayla

Bacharela em Bateria / Percussão, formada pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí, foi musicalizada aos 3 anos de idade, e de 1999 à 2010 integrou o Grupo TXAI – coro de adolescentes de Pomerode – SC, regido pela professora Dalci Valentin, sua mãe. Em 2007 realizou junto ao grupo uma turnê pela Alemanha e Áustria, onde atuou como cantora e percussionista.
Em 2012 atuou como atriz e cantora no musical Orfeu 21, de André de Souza e Gregory Haertel, promovido pelo Teatro Carlos Gomes.
Atualmente integra o Grupo de Percussão de Itajaí, que acaba de lançar seu primeiro DVD “Ritmos do Mundo”, além de atuar como percussionista com a cantora Mareike Valentin, e realizar trabalhos ocasionais com o Grupo TXAI, o Coro da FURB e outros.

 

 

  • Teatro: O teatro busca, através da expressão, atuação e interpretação, despertar sentimentos. Sentimentos estes que também fazem parte de nossa vida e estão intrínsecos na arte. Nesta oficina, serão trabalhadas práticas de interpretação e expressão corporal.

Oficineiro: Fabio Hostert

fabio

Bacharel Interpretação Teatral (FURB), Licenciado em Educação Artística (FURB) e Especialista em O Ensino da Arte (FURB). Integrante da CIA. CARONA DE TEATRO, desde 2000. Atuou nos espetáculos: DAS ÁGUAS – 2012 (Direção), ORFEU XXI (Musical  produzido pelo Teatro Carlos Gomes – Ator protagonista), É TENTANDO QUE SE DESISTE – 2010 (Direção), PASSARÓPOLIS (2010) entre outros.
Trabalhou também com a Equipe Vira lata de Teatro e com o Grupo Teatral Phoenix como ator e diretor e já fez trabalhos no cinema e TV. Participou de workshops com o Grupo Lume Teatro (Campinas/SP), a Périplo Compañia Teatral (Buenos Aires/Argentina) entre outros.
Atua na área docente na Carona Escola de Teatro, assim como atuou no curso de graduação em teatro da Universidade Regional de Blumenau (FURB).

 

 

  • Danças Urbanas: Nosso corpo é a obra mais preciosa de Deus e precisamos saber utiliza-lo de forma a fazer soar a melodia que parte do coração, passa pelo corpo e é devolvida para aquele que nos criou. A dança promove a interação de elementos musicais e corporais a fim de cultivar a expressão. Queremos expressar nossa alegria em poder fazer parte de um corpo de Cristo e assim sermos chamados (as) a atuar na vida comunitária. Nesta oficina, serão praticados elementos da dança de rua como expressão do canto novo que brota do seio comunitário.

Oficineiro: Bruna Roberta Hank

bruna

Iniciou no mundo da dança aos três anos de idade com a modalidade Ballet, e a realizou durante seis anos na Escola Pró-Dança no Teatro Carlos Gomes em Blumenau.
Participou do grupo de dança avançado da Prof.ª Bruna Georgi, o Gahp Junior. Grupo que representou a cidade de Blumenau e conquistou troféus em diversos festivais de dança do país, sendo campeão do Festival Interacional de Hip Hop em 2007, e participante de três edições do maior festival de dança do mundo, Festival de Dança de Joinville, trazendo, em duas edições, troféus para Blumenau.
Em 2011, viajou para Nova York, onde fez especialização em uma das maiores academias de dança do mundo, a Broadway Dance Center, com professores conhecidos no mundo todo e de maior renome no mundo da dança.
Trabalha como professora de danças urbanas na Escola de Dança Arte A2 em Blumenau e também como bailarina e professora substituta da coreógrafa Bruna Georgi.

 

 

APRESENTAÇÕES E INSCRIÇÕES

Além das oficinas, vamos ter um momento para os grupos de JE compartilharem seus trabalhos artísticos. O tempo máximo de apresentação por grupo é de 8 minutos (incluindo arrumação de palco) e deve ser inscrito com antecedência, através do link:
jevi.com.br/inscricoes

A inscrição individual custa R$ 15,00 (com alimentação inclusa) e pode ser realizada pelo link: jevi.com.br/inscricoes

 

LOCAL DO EVENTO E HORÁRIOS

O evento vai acontecer na Paróquia de Badenfurt – Blumenau, com início as 8h e término previso para as 18h.

POR ISSO VEM, ENTRA NA RODA COM A GENTE TAMBÉM! VOCÊ É MUITO IMPORTANTE, VEM!

 

II Etapa dos Jogos Sinodais da JE

Domingo dia 12 de Outubro foi realizada 2ª etapa dos Jogos Sinodais da Juventude.

A programação foi iniciada as 07:30 com o sorteio das chaves para a fase de grupos da competição. Os esportes desta etapa foram, Handebol Masculino e Feminino, assim como o Tênis de mesa Masculino e Feminino.

Como abertura dos jogos, o Catequista Daniel trouxe uma palavra de reflexão aos Jovens.

Os jogos da fase de grupos ocorreram no período matutino, no Handebol Masculino, algus times não conseguiram vir para os jogos, apesar de terem se inscrito, isto fez com que os jogos da fase de grupos tenham terminado antes do esperado.

No período vespertino ocorreram os jogos do modo “mata-mata”, todos os jogos nesta fase foram muito equilibrados e disputados, até o final, ponto a ponto, tanto Handebol quanto o Tênis de mesa.

Apesar da competitividade durante os jogos, todos os grupos de jovens estavam lá para se divertir e ter belos momentos de comunhão. A integração entre as Juventudes, assim como a torcida pela sua equipe, ou também o apoio a torcida de um outro time deixou um clima muito divertido.

Os jogos foram finalizados com a premiação dos primeiros 3 colocados de cada categoria. Como encerramento o Pastor Breno conduziu algumas palavras de reflexão e agradecimento a todos os presentes.

A classificação geral dos Jogos Sinodais da Juventude será divulgada no dia 22/11 durante o FEMUCA (Festival de Música Canção e Arte)

Autores: Guilherme Ripp – Jonas M. Ziel

Escola de formação de líderes – Pomerode

A Escola de formação começou Sexta-Feira 19 de setembro a noite. Os jovens vieram com um ônibus que saiu de Itajaí passando por Brusque, Blumenau, Indaial, Timbó para chegar em Pomerode.

No sábado dia 20, de manhã cedo foram iniciadas as atividades com um ótimo café da manhã, feito por senhoras da OASE da comunidade de Pomerode, onde ocorreu o evento. Em seguida foi ministrada uma uma palestra sobre liturgia com a catequista Erli. Também tinha muita música que os próprios jovens tocavam com os instrumentos que cada um trouxe. Entre as palestras foram feitas dinâmicas sobre o tema abordado.

Uma das dinâmicas foi sobre batismo, nesta dinâmica, em grupos foram feitos cartazes os quais foram apresentados aos outros grupos. Outra dinâmica foi em grupo também, montamos um encontro de jovens com um tema que a catequista Erli nos deu e usando o que aprendemos sobre liturgia.

Depois do almoço tivemos um tempo livre para então continuar com a palestra. Ao final do dia todos os participantes da Escola de Formação foram ao encontro da juventude local (JEPOC), foi um momento muito interessante onde foi possível conhecer o trabalho da juventude e também apresentar o trabalho dos outros grupos de juventude para eles. Após o encontro de jovens foi feita uma meditação com os participantes da Escola de formação e foram cantadas mais algumas músicas em conjunto assim como foram feitas mais algumas brincadeiras até a hora de dormir.

No dia seguinte de manhã tivemos uma palestra de como surgiu a igreja com o pastor Emilio. A tarde com grupos divididos, cada um responsável por uma parte da liturgia, foi feito um culto de encerramento com auxílio da catequista Erli. O culto ficou muito bom e todos gostaram.

 

A TV JEMALU também fez um vídeo sobre a escola de formação
 

Ao final destes dois dias de escola de formação ficaram as boas lembranças, renovação e inspiração de levar os conhecimentos adquiridos para colocá-los em prática nos grupos de juventude.

 

Autor: Guilherme Hass

Congrenaje 2014 – Espigão d’oeste – Rondônia

Desde o momento em que confirmamos a nossa participação no CONGRENAJE superamos muitos medos e anseios. Foram inúmeras contagens regressivas, inúmeros movimentos dentro da nossa Paróquia para arrecadar recursos para a viagem. Enquanto nos organizávamos, também vivenciamos a ansiedade de nossos pais e familiares, pois muitos de nós fariam a primeira viagem numa distância considerável. Um lugar desconhecido nos aguardava e tão logo chegamos, nos sentimos acolhidos e ele passou a ser conhecido por todos nós, costumes diferentes, culturas diferentes, pessoas de todos os lugares do Brasil e de fora dele. É difícil descrever em palavras os momentos que vivemos durante o CONGRENAJE. A emoção toma conta de nós quando recordamos cada momento lá vivenciado e hoje podemos afirmar que ele superou todas as nossas expectativas.

Fomos acolhidos/as de braços abertos pela comunidade local e toda equipe de organização que demonstrou sempre atenção e cuidado para com nossas necessidades.

O tema GerAção JE no mundo e o lema que encontramos em Atos 17.28 “Pois Nele vivemos, nos movemos e existimos, porque Dele também somos geração”, nos foram transmitidos de forma contagiante. Entre choros e risadas as oficinas foram muito bem elaboradas. E as meditações foram extremamente maravilhosas. Elas nos fizeram parar para refletir sobre a nossa própria vida. O que nós estamos fazendo aqui? Para onde queremos ir? Foram momentos fantásticos.

Foram dias especiais, de muita Fé, amor, comunhão, louvor, trocas de experiências, partilha e muita GerAção JE.

Também não podemos esquecer que a saudades também bateu de todos aqueles que não perdiam um minuto sequer da transmissão ao vivo.

Sem nenhuma dúvida foi um congresso maravilhoso, ele estará guardado na memória e no coração de cada jovem.

E que agora possamos ser GerAção JE no mundo, em nossos Sínodos, em nossas Paróquias e em nossas Comunidades. E que possamos levar tudo aquilo que nos foi passado com muito amor para aqueles jovens que não puderam estar presente.

A bagagem está cheia de novidades e sementes para serem espalhadas, mas o coração já está com saudades do próximo CONGRENAJE!

 

Autores: Juventude da Trindade de Timbó

Festa julina – Paróquia Bom Pastor Garcia – JEBG

Nossa festa aconteceu no dia 05 de julho. Todo o nosso esforço e dedicação se reverteram em muita alegria, diversão e integração. Ficamos muito contentes com a destacável participação e ajuda dos grupos de jovens do Centro (JEBC) e do Progresso (JEMALU), que, juntamente com o grupo de Dança Sênior, da Paróquia Bom Pastor Garcia, trouxeram mais humor à nossa festa. Ambos os grupos fizeram apresentações ilustres: a JEBC com uma quadrilha super divertida e a JEMALU com um casamento caipira que arrancou muitas risadas do público que se fez presente.

As senhoras do grupo de Dança Sênior também protagonizaram nossa festa, com quatro apresentações cativantes. Além das apresentações, tivemos outras opções de entretenimento: o correio elegante, o jogo de latas, a cadeia e a pescaria, o que facilitou a interação de toda a comunidade que estava prestigiando o evento. A cadeia envolveu todos os presentes, desde as crianças até os adultos, e foi um dos maiores sucessos da noite.As músicas caipiras embalaram e deram mais ânimo á festa. A comida típica foi o que não faltou. As opções variavam entre cachorro quente, mini pizza, espetinho, pipoca, pinhão, quentão e doces; tudo foi cuidadosa e deliciosamente preparado. Segundo relatos obtidos de integrantes da JEMALU, a comida estava ótima, e as brincadeiras integraram os grupos.

Uma das principais características destacadas pelas pessoas que conversei foi o ambiente da festa, um ambiente mais em família e agradável. A decoração, apesar de simples, chamou a atenção de muitas pessoas, que nos elogiaram pelo trabalho. Conversei com algumas crianças do Culto Infantil, peguntando sobre o que lhes vinha em mente quanto nossa festa julina, e todas responderam positivamente sobre as brincadeiras e elogiaram a comida… E dizem que criança não mente, então sei que posso confiar nelas. O grupo de jovens do Garcia (JEBG), responsável pela festa, ficou muito feliz com a participação e colaboração de todos. Todo o dinheiro arrecadado será usado em prol de melhoras no nosso grupo e como auxílio para nosso retiro.

 

Este é o vídeo feito pela TV JEMALU que participou da festa.

 

Parabéns a todos que colaboraram para a realização deste evento de tanto sucesso.

Agradecemos a todos os que puderam nos prestigiar com sua presença.

 

Escrito por: Thalia R. Schulle

Viagem para o CONGRENAJE – Grupo 1

Senhores passageiros, por favor apertem os cintos, coloquem o assento na posição vertical, desliguem seus celulares e dispositivos eletrônicos. Decolagem liberada!

#partiu #congrenaje #rondonia #grupo1

Quinta-feira, 17 de julho as 22:30 em Pomerode, o grupo 1, formado por 38 jovens, iniciou a viagem da caravana da JEVI para o CONGRENAJE. O ônibus saiu de Pomerode passando por Timbó, Blumenau e Brusque, com destino ao aeroporto Afonso Pena, em Curitiba. Com o check-in feito e malas despachadas, os jovens embarcaram no avião. Para muitos este foi o primeiro voo, primeira decolagem, primeira vez sem os pés em terra firme. “Senhores passageiros, estamos passando por uma turbulência, por favor, apertem os cintos” era a frase que causava um leve frio na barriga durante a viagem. O primeiro pouso foi em Maringá, e, para os que nunca haviam voado antes, houve apreensão de como seria retornar ao solo. Tudo ocorreu na mais perfeita ordem. Depois dessa escala em Maringá, restavam as escalas em Campo Grande e Cuiabá para finalmente chegar em Porto Velho (RO).

Chegando em Porto velho, em contraste com o frio constante no sul do Brasil, os jovens foram recepcionados por um calor de 26 graus e ar abafado.
Depois que todos os jovens pegaram suas malas na esteira do aeroporto, embarcaram novamente em um ônibus.

O ônibus levou os jovens de Porto Velho até Cacoal, onde ficarão hospedados até domingo de manhã.

O grupo 2 fará o mesmo trajeto, porém 24h depois do grupo 1.

Boa viagem a todos.

DSCN0902IMG_20140718_144045878 IMG_20140718_072902736_HDR

 

Mais fotos no facebook: JE Sinodal Vale do Itajai