Rede social ou plataforma de marketing?

Olá pessoal!

Ultimamente tenho escutado de muitas pessoas: “o Facebook está cada vez mais chato”. Será que ele está chegando ao seu fim? Sinceramente, duvido muito.

O Facebook se tornou algo maior que uma simples rede social. Vários serviços foram integrados e para onde quer que olhamos vemos alguma referência a esta gigante rede.

Além de uma rede social, o Facebook se tornou uma das maiores e melhores plataformas de marketing que já existiram (é isso mesmo James? hehehe). Antes do Facebook, empresas e pessoas ficavam muito distantes na internet. A única forma de contato era via e-mail ou por aqueles simples formulários de “Fale conosco”.

Com a popularização do facebook as empresas encontraram uma forma de ter um canal direto com seus clientes. Claro não podemos esquecer do Twitter, que também possui um grande papel no marketing digital. Mas isso tudo tem seu preço. Já faz muito tempo que o Facebook deixou de ser um lugar privado para interagir com seus amigos. Mas será que existe alguma rede social que ainda permite isso?

Essa semana encontrei o Tuenti, uma rede social criada na Espanha em 2006 e que está chegando ao Brasil aos poucos (e espero que ela não se estrague aqui). Ela já possui mais de 15 milhões de usuários e este número cresce a cada dia. E sabe o porque? Eles prometem privacidade.

Pessoas conversando com pessoas, amigos com amigos, sem nada mais. Inclusive os perfis dos usuários não aparecem nos sites de busca (Google, Bing e etc). Todas as informações inseridas nesta rede social são privadas e não podem ser vistas por ‘fontes externas’ (pelo menos é o prometido hehehe).

Se você ficou curioso para conhecer o Tuenti, com certeza me encontrará por lá, mas se você quer realmente privacidade para conversar com seus amigos faça o seguinte: encontre eles pessoalmente. Porque afinal, existe mesmo privacidade na internet?

2 thoughts to “Rede social ou plataforma de marketing?”

  1. É isso mesmo Henrique! hehehe 🙂

    Com certeza é uma baita duma ferramenta, que todo mundo que quer melhorar o seu branding deve utilizar 🙂

    Mas concordo mais ainda com a tua última frase: “encontre eles pessoalmente. Porque afinal, existe mesmo privacidade na internet?”

    Simplesmente, animal! 🙂 parabéns pelo post

  2. Basta andar na rua para conferir. Em placas, conversas de pessoas, programas de mídia, o Facebook e seu “legal” (aquele do botão curtir) estão matando o Orkut no Brasil. Pesquisa Ibope de setembro mostrou que a rede social de Mark Zuckerberg superou a da Google em usuários únicos no país. No entanto, o Orkut segue como um morto-vivo, difícil de derrubar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *